“Nada Vale”, música de Alexandre Gonçalves, da CPT/MG.

“Nada Vale”, música de Alexandre Gonçalves, da CPT/MG. Letra da música “Nada Vale”.

De que vale a tristeza / Nada vale o calvário / De que vale a maneira / De lamentar seu rosário. O que importa é o trem…. seguir seu itinerário. De que vale a lavoura / Não importa o pescado / Não me falha a memória / Nada vale o passado O que importa é o trem…… seguir seu itinerário Sabotaram os alarmes / foi pra ninguém perceber / a chegada da morte / uma morte que ninguém vê A mãe que espera na sala / filho não vai chegar Alguém volta distante / não tem mais seu lugar Tá num vale de lama / que a Vale deixou pra trás. De que vale João / Reinaldo ou Maria / De que valem os gritos os gritos que anunciaram a mentira…. o que importa é o trem Vão nos falar que é desastre / que a natureza que fez / impune o crime da Vale / lucra com a morte outra vez…… Já plantei uma cruz / Nessa lama sem sal / o corpo em cima do chão / acima do povo o metal Nada vale esse trem e esse tal itinerário. Nada vale o pai, o filho e o santo…… não importa a menina que ainda nem nasceu Nada vale o dourado… o suribim Não importa o rio e nem Brumadinho Nada vale o são Francisco o Paraopeba….. De que vale Opará e a aldeia? o povo sem terra……… pescadoras e lavadeiras Não importa a água nossa de cada dia Nem os braços dos trabalhadores que no dia a dia garantem a riqueza e o lucro Como disse Drummond Lá vai o trem maior do mundo Vai serpenteando vai sumindo e um dia, eu sei. Não voltará pois nem terra nem coração existem mais………. O que vale é a vida.

Protesto contra a mineradora Vale. Foto: Divulgação / Brasil de Fato.

Nada Vale Produzido por Guella Music e Nihil Estúdios (Montes Claros/Norte de Minas).

Composição e letra – Alexandre Gonçalves.

Violão e voz – Alexandre Gonçalves.

Voz – Caio Bastos.

 Viola e Voz – André Oliveira.

 Violão de aço – Mateus Bragança.

 Baixo – Pedro Neves.

Percussões – Daniel Martins.

Bateria – Zé Andrade.

Arte gráfica – Paulo Antunes.

 Letra: Nada Vale, de Alexandre Gonçalves, com citação de Carlos Drummond.

*Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.

#FreiGilvander

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *