Comunidades Pescadoras/Vazanteiras/MG lutam em defesa dos seus territórios em MG. 2ª Parte. BH/MG – 13/11/2017.

Comunidades Pescadoras/Vazanteiras/MG lutam em defesa dos seus territórios em MG. 2ª Parte. BH/MG – 13/11/2017.

Comunidades Pesqueiras/Vazanteiras de Minas Gerais, localizadas às margens do rio São Francisco, ficaram acampadas dias 13 e 14 de novembro de 2017, em frente ao prédio do Ministério da Fazenda, em Belo Horizonte, MG, onde também funciona a Superintendência do Patrimônio da União (SPU) de Minas Gerais. Os povos lutam pela regularização dos seus territórios e pelo fim da violência praticada contra as comunidades tradicionais por fazendeiros grileiros, jagunços e policiais da Polícia Militar de Minas Gerais. A situação gravíssima é a da Comunidade Canabrava, no município de Buritizeiro, no norte de MG, que vive na região há cerca de um século, em área indubitável da União (confirmação feita por técnicos da Superintendência do Patrimônio da União, que estiveram no local), e, por isso, não pertencente ao fazendeiro que reivindica a posse da terra.

Nesse vídeo, o depoimento de Dona Maria Neusa, da Comunidade Pesqueira/Vazanteira de Canabrava/Buritizeiro, do Sr. Arnaldo, da Comunidade Pesqueira/Vazanteira de Croatá/Januária, localizadas no norte de Minas Gerais, e do Advogado das Comunidades Tradicionais Pescadoras/Vazanteiras de Minas Gerais, Dr. Élcio Pacheco.

https://www.facebook.com/gilvandermoreira1/videos/2016673311943880
* Reportagem em vídeo de frei Gilvander Luís Moreira, da CPT e do CEBI. Belo Horizonte/MG, 13/11/2017.

Obs.: Inscreva no you tube no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander . E assista a outros vídeos de luta. Se gostar, compartilhe.
Se assistir e gostar, compartilhe, sugerimos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *