Deuteronômio: Constituição de 1988 para a vida do povo brasileiro? (Vídeo) Por frei Gilvander

Deuteronômio: Constituição de 1988 para a vida do povo brasileiro? – Por frei Gilvander – 23/9/2020

No Brasil, a Constituição promulgada em 5 de outubro de 1988 pode ser vista como uma espécie de Livro do Deuteronômio na vida do povo brasileiro. Após muita luta social, resgatando a memória das lutas de resistência popular, o povo organizado, na luta, conquistou a inserção de vários princípios e regras na Carta Magna para garantir respeito à dignidade de todas as pessoas, tais como: ‘função social da propriedade’, ‘desapropriação de latifúndios que não cumprem sua função social’; forte ênfase nos direitos sociais, entre os quais estão: ‘o direito à educação, à saúde, à terra, à moradia, ao meio ambiente saudável e equilibrado’; princípios libertadores, ou seja: ‘respeito à dignidade da pessoa humana’, ‘direitos humanos’, ‘liberdade de expressão’, ‘espírito republicano’, ‘direito de manifestação’, ‘liberdade religiosa’; prescrição para se demarcar as terras dos Povos e Comunidades Tradicionais, tais como: ‘indígenas,’ ‘quilombolas’ etc.
*Texto e filmagem: Frei Gilvander, da CPT, das CEBs, do CEBI, do SAB e da assessoria de Movimentos Populares. Edição de Nádia Oliveira, colaboradora da CPT-MG.

www.cebimg.org.br – www.cptmg.org.br – www.cptminas.blogspot.com.br

*Acompanhe a luta pela terra e por Direitos também via www.gilvander.org.br – www.freigilvander.blogspot.com
No Instagram: Frei Gilvander Moreira (gilvanderluismoreira)
No Spotify: Frei Gilvander luta pela terra e por direitos

*Inscreva-se no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.
#DespejoZero
#ÁguasParaAVida
#BarragemNão
#FreiGilvander
#NaLutaPorDireitos
#PalavrasDeFéComFreiGilvander
#PalavraÉticacomFreiGilvander

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *