Mineradoras VALE e MIB, em Córrego do Feijão, Brumadinho/MG: Desrespeito com a vida e com a história. Frei Gilvander entrevista Dona Vicentina, 83 anos, e Alcimar, moradores do Distrito de Córrego do Feijão, município de Brumadinho, MG. Vídeo 1. 20/2/2019.

Mineradoras VALE e MIB, em Córrego do Feijão, Brumadinho/MG: Desrespeito com a vida e com a história. Frei Gilvander entrevista Dona Vicentina, 83 anos, e Alcimar, moradores do Distrito de Córrego do Feijão, município de Brumadinho, MG. Vídeo 1. 20/2/2019.

 No Distrito de Córrego do Feijão, município de Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, MG, a preocupação, o medo, a angústia e a incerteza em relação ao presente e ao futuro, assumem dimensão imensurável. O pacato povoado que tem em sua memória histórica a tranquilidade e a qualidade de vida garantida pela agricultura familiar, convivência harmoniosa com a natureza e uns com os outros, hoje convive com a ameaça constante do avanço da mineração e seus efeitos socioambientais desastrosos. A ganância, a ambição do capital e dos capitalistas querem seguir em ritmo acelerando, desrespeitando totalmente a vida e a história do povo do Distrito de Córrego do Feijão. Nem mesmo o crime tragédia da mineradora Vale e do Estado, que aconteceu a partir das 12h28 do dia 25/1/2019, em Brumadinho/MG, causando centenas de mortes, causando a morte do rio Paraopeba e de toda a biodiversidade atingida pela lama tóxica, foi capaz de barrar a ânsia do lucro das mineradoras, que já retomam suas atividades. VALE e MIB (Mineradora Ibirité Ltda.) se cercam de artifícios, com a proteção do Estado e insistem com as atividades minerárias, colocando em risco a vida das famílias e o que ainda resta da natureza. Nesse vídeo, a primeira parte da entrevista de frei Gilvander com Dona Vicentina, 83 anos, com o marido deficiente para cuidar, e Alcimar, moradores do Distrito de Córrego do Feijão, com relatos e depoimentos comoventes e preocupantes acerca das ações das Mineradoras VALE e MIB, que ferem totalmente a dignidade da pessoa humana e violenta o meio ambiente de forma devastadora.

Barragem no complexo de mineração em Córrego do Feijão, em Brumadinho, MG, tem sinais que aparentam deslizamento recente. Foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press.

*Filmagem de frei Gilvander, da CPT, das CEBs e do CEBI. Edição de Nádia Oliveira, colaboradora da CPT-MG. Distrito de Córrego do Feijão, município de Brumadinho, MG. 20/2/2019.

* Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.

#FreiGilvander

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *