NA PRAÇA VAZIA – ZÉ VICENTE

Zé Vicente nos emociona e nos encanta ao dar forma à poesia de um momento tão forte de fé e esperança na nossa caminhada como povo de Deus. Um lindo Salmo desse tempo. E a gente se reconhece nesses versos e reconhece a ação de Deus na ternura, na compaixão e no amor do Papa Francisco por toda a humanidade.

Na Praça Vazia
Zé Vicente

Na Praça vazia
A chuva caía
A noite chegava
E Roma chorava…
Os mortos incremados
Velhos, jovens, bem amados…
Que na solidão se foram
E nem ao menos foram velados.

Na Praça vazia
São Pedro veria
O Papa Francisco
Pisar sobre o risco
Rasgar o medo e a solidão
Seguido pela maior multidão
Que de todos os pontos da Terra
Se uniu ao velho Bispo em oração.

E na Praça já não mais vazia
Jesus e a Virgem, mãe Maria
Com Francisco da Paixão
E milhões num só coração
Bebemos no cálice do silêncio e da ternura
Gotas da mais genuína e mais pura
Fé – Naquele que acalma a tempestade
E nós faz vencer o medo e a loucura.

E na Praça já não mais vazia
A chuva suave que caía
Virou mar de lágrimas, de compaixão
E o nosso barco vencerá o mar revolto e a escuridão!
Jesus desperto nos traz paz e segurança
Eis o conselho de Francisco, nosso irmão!

(Poema escrito por Zé Vicente, cantor e compositor das CEBs e das Pastorais Sociais, na noite de 27/3/2020)


Momento de oração do Papa Francisco, com a bênção
Urbi et Orbi, na Praça de São Pedro, vazia, sexta-feira, 27/3/2020

Momento de oração do Papa Francisco, com a bênção
Urbi et Orbi, na Praça de São Pedro, vazia, sexta-feira, 27/3/2020

Momento de oração do Papa Francisco, com a bênção
Urbi et Orbi, na Praça de São Pedro, vazia, sexta-feira, 27/3/2020

Momento de oração do Papa Francisco, com a bênção
Urbi et Orbi, na Praça de São Pedro, vazia, sexta-feira, 27/3/2020


Momento de oração do Papa Francisco, com a bênção
Urbi et Orbi, na Praça de São Pedro, vazia, sexta-feira, 27/3/2020

2 comments

  1. Obrigada santo Padre Papa Francisco. Sua vida e seu exemplo é para o mundo força, esperança e modelo a ser seguido pelos cristãos e pelas pessoas de boa vontade do seculo 21. O que seria de nós sem o Papa neste tempo de forte provação, desolação? Deus está a nos falar através dos acontecimentos assim como o fez sempre…
    Minha prece e reconhecimento em primeiro lugar a Deus, e Papa Francisco!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *