música “Povo Guerreiro”, de Criolo

Poema “Povo Guerreiro”, de Criolo

Narração: Carmem Imaculada de Brito

Música “Povo Guerreiro”, de Criolo

Povo guerreiro… Bate tambor

Comemora a liberdade

Mas a igualdade não chegou

Nossos ancestrais Lutaram pela liberdade

Contra tudo e contra todos

O negro nunca foi covarde

Fugiu das senzalas

Refugiou-se nos quilombos

Conquistou a liberdade

Mas em busca da igualdade

Ainda sofre alguns tombos

Povo guerreiro… Bate tambor

Comemora a liberdade

Mas a igualdade não chegou

No pós liberdade

O negro foi marginalizado

Teve a alma aprisionada

Com as algemas da desigualdade

Hoje refugiado em favelas

Onde a vida tem suas mazelas

Combate a miséria, o preconceito e a adversidade

A igualdade e o respeito

Mais do que anseios

Também são necessidades

Povo guerreiro… Bate tambor

Comemora a liberdade

Mas a igualdade não chegou.

= = = = = =

Criolo

Se gostar, compartilhe.

*Inscreva-se no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe.

Acompanhe também as publicações em www.gilvander.org.br e www.freigilvander.blogspot.com

Sugerimos. #FreiGilvander #NaLutaPorDireitos #PalavrasDeFéComFreiGilvander #PalavraÉticacomFreiGilvander

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *