Pronunciamento do Professor Aderbal Costa Filho, antropólogo da UFMG, na reunião na SPU, em Belo Horizonte, MG, com Comunidades Pesqueiras/Vazanteiras/MG. 13/11/2017.

Pronunciamento do Professor Aderbal Costa Filho, antropólogo da UFMG, na reunião na SPU, em Belo Horizonte, MG, com Comunidades Pesqueiras/Vazanteiras/MG. 13/11/2017.
 
Com luta e resistência, pescadores/vazanteiros de Comunidades Tradicionais do norte de Minas Gerais conseguiram se reunir com a Superintendência do Patrimônio da União (SPU), no dia 13/11/2017. Participaram das reuniões o Superintendente da SPU, Vicente Diniz ,representantes das Comunidades Pesqueiras/Vazanteiras acampadas em frente ao prédio do Ministério da Fazenda, onde funciona também a SPU, frei Gilvander Moreira, pela CPT (Comissão Pastoral da Terra), Irmã Neusa Francisca, pelo CPP (Conselho Pastoral de Pescadores), Advogadas e Advogado da RENAP (Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares), Dr. Edmundo, do Ministério Público Federal, Dra. Kelly, representante da Controladoria Geral da União, Professor Aderval, antropólogo da UFMG, entre outros/as.
 
*Registro de frei Gilvander Luís Moreira, da CPT e do CEBI. Belo Horizonte/MG, 13/11/2017.
 
Obs.: Inscreva no you tube no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander . E assista a outros vídeos de luta por direitos sociais. Se gostar, compartilhe. Se assistir e gostar, compartilhe, sugerimos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *