Quilombo Campo Grande do MST, ameaça de despejo no sul de MG. Na ALMG, Dep. Rogério Correia – Vídeo 1. 22/11/2018.

Quilombo Campo Grande do MST, ameaça de despejo no sul de MG. Na ALMG, Dep. Rogério Correia – Vídeo 1. 22/11/2018.

As famílias denunciaram os interesses econômicos do barão do café, João Faria. Foto: Dowglas Silva.

A Comissão de Direitos Humanos, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em atendimento ao requerimento do Dep. Estadual Rogério Correia, do PT, realizou Audiência Pública no dia 22/11/2018 para debater sobre Ação de Reintegração de Posse do latifúndio da massa falida da ex- usina Ariadnópolis, ocupado por 450 famílias do Quilombo Campo Grande (11 Acampamentos do MST), em Campo do Meio, sul de Minas. Moradores da Ocupação lotaram o Espaço Democrático José Aparecido de Oliveira na ALMG, local da audiência, para pedir apoio contra a ordem de reintegração de posse e garantir sua permanência na terra onde produzem grande quantidade de alimentos agroecológicos e têm sua vida inserida na terra, inclusive com Escola Estadual lá instalada. Nesse vídeo, a intervenção do Deputado Rogério Correia (PT), que defendeu um acordo entre as instituições para que a liminar de reintegração seja derrubada e as famílias tenham respeitado seu direito de permanecer na terra. Para ele, já se passaram duas décadas do início da ocupação, as famílias já estão estabelecidas, fizeram construções, produzem no local, e não é justo despejá-las agora.

*Vídeo original das gravações da TV Assembleia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Divulgação de frei Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI. Edição de Nádia Oliveira, colaboradora da CPT-MG.

* Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander, acione o sininho, receba as notificações de envio de vídeos e assista a diversos vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.

#FreiGilvander

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *