Os geraizeiros do norte de MG perdem um lutador: José Pereira, o Zé de Tico.

Os geraizeiros do norte de MG perdem um lutador: José Pereira, o Zé de Tico.

Zé de Tico pediu licença aqui na terra e foi aos braços de Nosso Senhor Jesus Cristo.

José Pereira, o Zé de Tico, morava no Corgo Preto, um pequeno paraíso em meio às rochas da Serra do Espinhaço. Extrativista, Zé teve um papel importante na resistência à expropriação promovida pela SICAFE, que transformou o lugar em uma área de Reserva Legal da empresa. Participou ativamente da luta dos posseiros, que contou com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Riacho dos Machados, Comissão Pastoral da Terra, CAA, Fetaemg e que demorou muitos anos, resultando em uma negociação promovida pelo INCRA, reunindo os posseiros em uma única área de 4.100 hectares, sendo futuramente desapropriada para criação do Assentamento Nossa Senhora das Oliveiras – PA Tapera, no norte de Minas Gerais.

A caminhada de Zé de Tico

Participou ativamente na implantação do assentamento e sua família se destacou, em poucos anos, pela capacidade empreendedora. Foi um dos pioneiros no cultivo de cana para produção de rapadura, rapadurinha, cachaça, além do fornecimento de frutos coletados nos cerrados para beneficiamento junto com a Cooperativa Grande Sertão.

O sonho de não perder o Corgo Preto o acompanhou por toda a vida, mesmo com o PA Tapera criado, ainda mantinha lá suas atividades de coleta. E o sonho avançou quando, anos depois, esteve à frente no encaminhamento da demanda para o ICMBio para criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Tamanduá – Poções. Embora a RDS Tamanduá Poções ainda não tenha sido criada oficialmente, na prática, ela foi constituída pelas famílias geraizeiras que ali vivem, onde tínhamos como um lutador de frente o geraizeiro Zé de Tico.

Que o bom Deus o receba em seus braços e conforte o coração de todas e todos.

Assinam esta nota:

Família CAA-NM,

Articulação Rosalino Gomes e

Comissão Pastoral da Terra (CPT/MG)

Montes Claros, MG, 22 de abril de 2021.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *