Milícias armadas no campo, no norte de Minas Gerais, desrespeitam a lei e disseminam terror no campo. Na ALMG, 25/4/2018.

Milícias armadas no campo, no norte de Minas Gerais, desrespeitam a lei e disseminam terror no campo. Na ALMG, 25/4/2018.

 Audiência Pública na ALMG. Intervenção de Ana Paula Alencar, Agente de Pastoral da CPT-MG. 25/4/2018. Em Audiência Pública realizada no dia 25/4/2018, pela Comissão de Direitos Humanos, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em Belo Horizonte, MG, lideranças do MST (Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Sem Terra), da CPT-MG (Comissão Pastoral da Terra), Ministério Público da área de Conflitos Agrários, Defensoria Pública de MG da área de Conflitos Agrários e dezenas de outras organizações de luta por Direitos Humanos denunciaram grave ação de violência que acontece no campo, no norte de Minas Gerais: com o argumento de que defendem a paz no campo, milícias armadas estão atuando sob a liderança de latifundiários e, colocando-se acima da lei, ou pela confiança na impunidade, perseguem, cercam, ameaçam e atacam Ocupações-Comunidades, lideranças, camponeses e camponesas, já tendo ferido seis Sem Terra dia 08/3/2018 em Capitão Eneias.

Nesse vídeo, a intervenção de Ana Paula Alencar, Agente de Pastoral da CPT-MG.

*Vídeo original: TV Assembleia – ALMG. Apoio: Frei Gilvander Moreira, da CPT, das CEBs e do CEBI.

Edição de Nádia Oliveira, da Equipe de Comunicação da CPT/MG. Belo Horizonte/MG, 25/4/2018.

* Inscreva-se no You Tube, no Canal Frei Gilvander Luta pela Terra e por Direitos, no link: https://www.youtube.com/user/fgilvander e assista a outros vídeos de luta por direitos sociais. Se assistir e gostar, compartilhe. Sugerimos.

#freigilvander

#freigilvandermoreira

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.