Seguimos rumo à XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais dia 10 de novembro de 2019 na cidade de Romaria.

Seguimos rumo à XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais dia 10 de novembro de 2019 na cidade de Romaria.

Por Comissão Pastoral da Terra (CPT/MG) e Equipe de Comunicação da XXII Romaria

3a Romaria das Águas e da Terra da Bacia do ex-Rio Doce, em Ponte Nova, dia 03/6/2018, na Arquidiocese de Mariana. Foto: Divulgação / Comissão de Meio Ambiente das Dioceses da Bacia do Rio Doce.

Neste ano de 2019, que teve seu início marcado pelo hediondo crime/tragédia da mineradora Vale, com licença do Estado, a partir de Brumadinho, MG, que matou mais de 300 pessoas, matou o rio Paraopeba, apunhalou mais ainda o já sofrido rio São Francisco, somos convidadas/os pelo Deus da Vida a caminhar com Maria, Nossa Senhora da Abadia da Água Suja, com São Francisco de Assis, patrono da Romaria das Águas e da Terra em Minas Gerais, e voltar também o olhar para as águas e a terra do Triângulo Mineiro e refletir sobre as ações devastadoras que estão ferindo e matando a vida em toda a sua biodiversidade e desrespeitando a dignidade humana de tantos trabalhadores e trabalhadoras e de tantas comunidades na região.

Inspiradas/os pelo tema “Com a Mãe Abadia, as filhas e filhos e toda a natureza clamam em dores de parto!” e pelo lema: “Das águas sujas, em Romaria, na luta pela terra e pelas águas, fontes de vida!”, seguimos, como filhas e filhos do Deus da Vida, construindo, em mutirão, a XXII Romaria das Águas e da Terra de Minas Gerais, a ser realizada no Triângulo Mineiro, na Arquidiocese de Uberaba, na cidade de Romaria, dia 10 de novembro/2019 (celebração final, das 6 às 16 horas).

No dia 30 de abril último, tivemos a alegria de realizar a 4ª reunião de preparação da XXII Romaria, no Santuário Nossa Senhora da Abadia da Água Suja, na cidade de Romaria.  A equipe que para lá se dirigiu foi muito bem acolhida pelo reitor do Santuário, Padre Márcio Ruback, por Padre Hélder e por dezenas de lideranças da comunidade e foi com grande entusiasmo e ardor missionário que acolheram também a XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais.

A cidade de Romaria se revelou para quem não a conhecia uma verdadeira Nazaré brasileira: uma pequena e acolhedora cidade, com 4 mil habitantes. A Igreja conta, no município, com sete comunidades rurais e seis setores na cidade. Um povo devoto, trabalhador, com 82% dos habitantes, católicos. Povo que caminha firme, realizando círculos bíblicos, deixando-se guiar pelos ensinamentos da Bíblia. Nesse tempo em que as grandes mineradoras e o agronegócio em conluio com o Estado estão causando a exaustão e o colapso das condições objetivas de vida em Minas Gerais (e em todo o Brasil), a cidade e o município de Romaria enfrenta também grandes desafios: ao lado da cidade, a atividade minerária vem causando grande devastação ambiental, contaminando águas, causando doenças, prejudicando a vida! O uso exagerado de agrotóxicos também vem causando muitas doenças, prejudicando a vida!  E como se não bastasse, a cidade de Romaria não tem água tratada. Mais doenças atingindo o povo, prejudicando a vida!

Eis que a XXII Romaria das Águas e da Terra caminha para esta região de nossas Minas Gerais levando um sopro de esperança, conclamando a todas e todos a ser sal da ética e luz no meio de tantas trevas (opressão, superexploração e corrupção), como agentes de transformação, de libertação da irmã água e da mãe terra, dons do Deus da Vida para que haja vida com qualidade, em abundância para toda a criação! Todas as pessoas de boa vontade são convidadas a fazer parte do mutirão da XXII Romaria em defesa da Mãe Terra, da Irmã Água e toda a Natureza que clama por respeito, por preservação! E que companhia melhor poderíamos ter nessa caminhada que a Mãe Abadia? Nossa Senhora da Abadia da Água Suja caminha conosco, nos inspira e nos motiva nessa ação de espiritualidade libertadora e profética e a tornar límpidas as águas dessa região de terra fértil, rica de águas, para que o Espírito de Deus seja respeitado na vida que ali pulsa para saciar a sede e a fome de suas filhas e filhos e todas suas criaturas. Como gente de oração e ação, de profecia e esperança, filhas e filhos, devotos de Nossa Senhora da Abadia, participarão também dia 14/8/2019, véspera da grande Festa da Mãe Abadia, com devoção filial e confiantes em sua companhia nessa romaria, de celebração no Santuário, que será dedicada à XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais. Seja este também um forte momento de espiritualidade libertadora e profética da XXII Romaria, como um verdadeiro envio para atuarmos como fermento na massa alienada, assim como nos pede Jesus de Nazaré, capazes de defender a vida na defesa da Mãe Terra e da Irmã Água!

No dia primeiro de maio último, nossa parada foi em Uberlândia, onde realizamos nossa 5ª reunião de preparação da XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais. Mais um encontro muito feliz e produtivo. Com o padre Wladimir e nossas irmãs e irmãos da CPT (Comissão Pastoral da Terra), do CEBI (Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos), das CEBs (Comunidades Eclesiais de Base), de Pastorais Sociais, de Movimentos Sociais Populares e lideranças da Paróquia, caminhamos um pouco mais na construção da XXII Romaria. A mística e a espiritualidade da XXII Romaria ali se fortaleceram com a consciência do povo de que é preciso assumir verdadeiramente o projeto de Jesus, o Cristo, assumindo-nos como cristãos autênticos, comprometidos com Evangelho do Galileu, capazes de nos indignarmos contra as injustiças e assumirmos atitudes corajosas, proféticas, de denunciar a opressão e anunciar que o Reino é possível aqui e agora. E, segundo as/os participantes, a XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais pode e deve ser esse terreno favorável para essa semeadura, para fazer ecoar a voz de Deus por meio da voz de suas filhas e filhos, romeiras e romeiros da Mãe Terra e da Irmã Água. É tempo favorável de fazermos acontecer um novo Pentecostes, fruto de um mutirão que se une em defesa da vida, com fé, com ousadia, coragem e alegria missionárias; uma Igreja verdadeiramente em saída, como nos pede o querido Papa Francisco.  É tempo favorável de atendermos os apelos do nosso Papa e darmos a nossa contribuição na luta por políticas públicas que busquem cuidar melhor da nossa Casa Comum, do uso correto da irmã água, da mãe terra, como fontes de vida e vida digna para todas e todos.

Sob as bênçãos de Nossa Senhora da Abadia e de São Francisco de Assis, patrono da Romaria das Águas e da Terra, em Minas Gerais, convidamos todas as pessoas de boa vontade, as forças vivas da sociedade a se somarem conosco nesse mutirão de organização e realização da XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais. Venham todas/os que são filhas e filhos da Mãe Terra, irmãos e irmãs da Irmã Água. A terra é mãe, é sagrada, é fonte de vida e não pode ser considerada mercadoria. “O Espírito de Deus está nas águas, permeia e perpassa as águas” (Gn 1,2). A água é sagrada, é fonte de vida. Logo, quem mata ou contamina as águas está cometendo pecado contra o Espírito Santo. A terra é o corpo que tem como sangue a água. Não é possível salvar as águas sem partilha, socialização e democratização da Mãe Terra.

Bem-vindas/os à XXII Romaria das Águas e da Terra do Estado de Minas Gerais.

Uberaba, MG, 06 de maio de 2019.

Obs.: Abaixo, vídeo da 4a reunião, dia 30/4/2019, de preparação da XXII Romaria das Águas e da Terra de Minas Gerais, em Romaria.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *